Desporto

Uma fé azul inabalável

 | 
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest

O Feirense garantiu no domingo a permanência na I Liga ao empatar em casa com o Estoril sem golos na 34ª e derradeira jornada da prova.
No final os adeptos juntaram-se a jogadores e equipa técnica nos festejos, depois de um jogo muito emotivo em que o Feirense precisou de ter coração para controlar o nervosismo e a ansiedade.
O Estoril foi quem teve mais iniciativa de jogo, mas a defesa do Feirense, apesar de demonstrar alguma ansiedade, conseguiu travar o ímpeto da equipa de Ivo Vieira.
O Feirense termina a época no 16.º lugar da I Liga, com 31 pontos, enquanto o Estoril cai para o 18.º e último posto, com 30 pontos, regressando ao segundo escalão, após seis épocas de convívio com os ‘grandes’.
O Estoril iniciou a partida de forma acutilante e aproveitou o nervosismo inicial da defesa do Feirense para criar perigo. Por duas vezes, Matheus Savio esteve perto de inaugurar o marcador para o Estoril. Primeiro num remate que obrigou Caio Secco a uma grande defesa (6 minutos), e depois na transformação de um livre à entrada da área levando a bola a sair perto do poste da baliza do Feirense (09).
A resposta do Feirense surgiu aos 15 minutos, num lance de contra-ataque, com Crivellaro a surgir livre de marcação à entrada da área, mas a rematar para as mãos de Renan Ribeiro (15).
O ímpeto inicial do Estoril acabou por se esbater e foi o Feirense quem ganhou ânimo para atacar a baliza. Aos 26 minutos, Luís Rocha antecipou-se à defesa do Estoril no coração da área, rematando por cima da baliza de Renan Ribeiro.

Leia mais na versão impressa do Jornal N