Desporto

“Os ciclistas do Feirense superaram todas as dificuldades na Volta”

 | 
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest

CICLISMO Joaquim Andrade, director desportivo da equipa Vito-Feirense-PNB, lamenta os percalços ocorridos na Volta a Portugal, mas elogia a atitude dos atletas.

Foram vários os percalços sentidos e ultrapassados pelos atletas da equipa Vito-Feirense- PN ao longo da 81ª Volta a Portugal em bicicleta. Todos os ciclistas do feirense chegarma ao fim, pelo que superação é o termo que melhor define a prestação da equipa santamariana na prova rainha do ciclismo luso.

Ao longo de 11 etapas e de mais de 1500 quilómetros, a equipa Vito-Feirense-Pnb cumpriu com a sua prestação na 81ª Volta a Portugal Santander. Sob o comando de Joaquim Andrade, director desportivo, os sete ciclistas do Feirense fizeram frente às constantes adversidades surgidas na Volta a Portugal.

Para a história da Volta e da prestação dos ‘fogaceiros’ fica a fotografia que se tornou viral com Jesus del Pino a continuar em prova depois de uma queda na etapa da Senhora da Graça, queda que o deixaria em mau estado. O ciclista espanhol ao serviço do feirense prosseguiria em prova, pelo que superação é de facto o termo que melhor se lhe aplicará.

A Volta a Portugal terminou com a vitória do algarvio João Rodrigues, do FC Porto, que na derradeira etapa – contra-relógio entre Gaia e Porto – ultrapassou o travanquense Joni Brandão. À partida para a derradeira etapa, os dois ciclistas estavam empatados, mas Joni Brandão envergava a camisola amarela. Pelo segundo ano consecutivo, e pela terceira vez na Volta, Joni brandão foi segundo classificado.