Freguesias

Centro Social de Canedo vai duplicar vagas

 | 

Nasceu em 2004 para apoiar as famílias nos cuidados aos mais pequenos, mas depressa estendeu a atenção à terceira idade. O Centro Social de Canedo hoje tem seis valências, cuida de mais de 100 pessoas e emprega 52.
Belmiro Pinheiro, presidente da direcção, acredita que a freguesia de Canedo muitas vezes desconhece o trabalho que é feito. “Temos 41 crianças na creche, 50 no pré-escolar e 20 a partir dos 12 anos de idade, no lar de idosos temos 27, centro de dia 25 e outros 30 idosos no serviço de apoio domiciliário. Quando começamos não havia respostas a nível das crianças, mas entretanto na parte da terceira idade havia muitas necessidades na freguesia. Hoje muitas pessoas trabalham longe de casa e não têm capacidade de dar apoio aos pais, este tipo de infra-estruturas é sempre a retaguarda da família na sociedade. Fomos crescendo e criou-se o centro de dia e só há seis anos é que abrimos o lar de idosos”.
Belmiro Pinheiro explica que todas as vagas estão preenchidas no lar e a lista de espera é bastante grande, por isso, no próximo ano vão avançar com a proposta à Segurança Social para alargar “de 27 para 50 as camas disponíveis”. O que se passa é que muitas pessoas sem vaga no lar vão para longe, o que dificulta a visita de familiares, “longe da família e amigos os velhinhos ficam ainda mais isolados, por isso temos pessoas que estão por exemplo na Madalena, que pedem semanalmente para vir para cá” – adianta.

 

Leia mais na edição impressa do Jornal N

http://bit.ly/35tw1H5