Concelho

Mais de 1 milhão de euros para melhorar acessos e eliminar barreiras arquitectónicas

 | 

Lia Ferreira, vereadora socialista, interrogou o executivo municipal durante a reunião de Câmara da última semana relativamente às celebrações levadas a cabo pelos sociais-democratas no Dia Mundial da Pessoa com Deficiência, a 3 de Dezembro. Depois de deixar a pergunta no ar, a vereadora da oposição recomendou à Câmara Municipal que “seguisse o Manual de Boas Práticas, introduzido em 2012”, e que o município deveria “assumir o compromisso anual de eliminar barreiras arquitectónicas e de acesso”, deixando em cima da mesa a proposta de 1 milhão de euros, “por uma cidade mais sustentada e preparada para o futuro”. Emídio Sousa lembrou a “Festa de Natal pela Inclusão”, a acontecer ainda no decorrer da semana passada, numa iniciativa organizada em conjunto pela Câmara Municipal e pela Provedoria Municipal dos Cidadãos com Deficiência”. “A questão dos acessos e das barreiras arquitectónicas é algo em que trabalhamos com muito empenho. Tenho a certeza que teremos mais de 1 milhão de euros nos planos, com vista a melhorar este ponto”- esclareceu o presidente.
Também José Manuel Oliveira garantiu “trabalho” no futuro, com vista ao melhoramento de acessos. “Gradualmente vamos eliminar as barreiras existentes, e no global gastaremos mais de 1 milhão de euros. Temos muito trabalho pela frente, estamos empenhados em requalificar as infraestruturas e assumimos aqui o compromisso de trabalhar nesse sentido”- assegurou o vereador.

Leia mais na edição impressa do Jornal N