Concelho

ARS-Norte afirma que morte de criança é “caso isolado” e “não meningite”

 | 

Uma criança faleceu, há duas semanas, vítima de uma infecção bacteriana no sangue e não de meningite, como se havia avançado

Na passada quinta-feira, 19 de dezembro, a Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-Norte) garantiu que o caso que causou a morte de uma criança “é isolado”, referindo tratar-se de uma “infeção bacteriana generalizada do sangue” e “não meningite”.

“O quadro clínico deste caso era compatível com uma infeção bacteriana generalizada do sangue e não um quadro de meningite. É, até ao momento, um caso isolado”, referiu a ARS-Norte em comunicado.

Há duas semanas, a criança que frequentava um jardim de infância em Canedo, Santa Maria da Feira, morreu tendo sido noticiado que teria sido vítima de meningite. Em comunicado, na quarta-feira, a ARS-Norte indicou que o caso foi notificado no domingo, sendo “reduzida” a probabilidade de ocorrência de novos casos de meningite em Santa Maria da Feira. No mesmo comunicado, avançava ainda que, “por uma questão de precaução”, foram dados conselhos à população, assim como medicação profilática àquela comunidade escolar.

Leia mais na edição impressa do Jornal N.