Concelho

Biblioteca Municipal vai permitir requisição de instrumentos musicais

 | 
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest

A Biblioteca Municipal de Santa Maria da Feira prepara grandes mudanças e uma delas prende-se com a disponibilização de instrumentos musicais por parte da instituição. Outra das mudanças será o auto-empréstimo em que a ideia é poder requisitar ou entregar livros fora do horário de funcionamento com a automatização do serviço, o que permitirá a utilização da biblioteca até às 23h00.

O vereador da Cultura, Gil Ferreira, confirmou as novidades ao Jornal N e adiantou que só serão anunciadas oficialmente no dia 23 de Novembro. “Estas alterações prendem-se com a mudança de paradigma da Biblioteca Pública, para maximizar o apoio prestado ao utilizador” – afirma.

Gil Ferreira adianta que o “auto-empréstimo permitirá alargar o horário da biblioteca, nomeadamente com a entrega e requisição de documentos”. Quanto à possibilidade de requisição de instrumentos musicais, o vereador explica que “a introdução dos instrumentos musicais disponíveis tem como objectivo proceder a um novo conjunto de literacia por via de acesso à biblioteca, numa lógica de reorganização e alargamento de interesses. A biblioteca já é um espaço que disponibiliza várias vertentes, desde os livros e literatura, às artes plásticas ou o cinema. A ideia é maximizar a experiência do utilizador na biblioteca, já tínhamos cd’s e documentos áudio, e passamos a ter instrumentos musicais e mais à frente partituras musicais” – adianta.

Gil Ferreira anunciou ainda que serão disponibilizados “instrumentos de música tradicional portuguesa, e um conjunto de instrumentos musicais de cordas de pequenas dimensões como ukulele ou guitarra clássica, com o objectivo de fomentar a sua aprendizagem”. “A terceira novidade para este terceiro trimestre é a renovação da cafetaria, também numa lógica de aprimorar a experiencia do utilizador” – adiantou ainda o vereador da Cultura.

A mudança do paradigma da biblioteca até já tem data prevista, “estas alterações serão anunciadas no dia 23 de Novembro, onde será divulgado ao publico um novo ciclo de funcionamento. Já está planeado, foi agora anunciado, e está na fase final de implementação” – avisa Gil Ferreira.

 

Leia mais na edição impressa do Jornal N53