Concelho

Escola de Paços de Brandão pondera alargamento até ao Secundário

 | 
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest

O Bloco de Esquerda, no âmbito das jornadas parlamentares, visitou a Escola de Paços de Brandão numa reunião com a direção do Agrupamento Escolar

        

         No passado dia 4 de feveiro, segunda-feira, o Bloco de Esquerda (BE) marcou a sua presença com uma visita à Escola de Paços de Brandão. Numa reunião com a direção do Agrupamento Escolar, a possibilidade do ensino contínuo até ao Secundário é uma das ideias que serão apresentadas pelo BE ao Governo para o futuro da escola.

Questionada sobre o motivo da visita, a deputada do partido esquerdista, Joana Mortágua, revela que “No início desta legislatura, o Bloco de Esquerda entregou um projeto para a racionalização dos contratos de associações. Foi um movimento de defesa da escola pública muito importante, porque os colégios privados estavam a desviar alunos com lugares em escolas públicas de qualidade, enquanto faziam o negócio de subsídios públicos para manter estes alunos nos colégios”. Exemplifica essa problemática, em Santa Maria da Feira, com o caso do Colégio de Lamas face às escolas públicas do concelho, sendo que “uma das escolas que estava a ser prejudicada era esta”. Relativamente ao conteúdo da reunião, “Uma das ideias que levamos daqui é questionar o Governo sobre a possibilidade de se fazer aqui a continuidade para o Ensino Secundário”. Abordaram um assunto que “é muito frequente nas escolas” relativo ao “rejuvenescimento e reforço dos quadros de professores, mas sobretudo de assistentes operacionais, porque apesar do número teoricamente atribuído seja o correto, depois há várias baixas e como os funcionários estão a ficar mais velhos, há uma necessidade abrir quadros para o pessoal novo”.

 

Leia mais na edição impressa do Jornal N.