Concelho

Fábio Fernandes é da Feira e conquistou o prémio científico “Mário Quartin”

 | 
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest

Fábio Fernandes é um dos quatro premiados da edição de 2017 do Prémio Científico Mário Quartin. O investigador, natural e residente na união de freguesias de Travanca, Espargo, Sanfins e Santa Maria da Feira, recebeu o destaque com o trabalho “Análise Biomecânica de impactos com capacetes: novos materiais e geometrias”. O trabalho parte da tendência “crescente” de substituir materiais sintéticos por materiais naturais, e propõe a utilização da cortiça na construção de capacetes, em detrimento da esferovite. “Já andávamos a trabalhar há algum tempo com um material em específico, o capacete, e surgiu a ideia de substituir o poliestireno expandido, mais conhecido como esferovite. Olhando para as características de cada um dos materiais, verificamos que tanto a esferovite, como a cortiça, teriam boa capacidade de absorção da energia de impacto. Existe ainda o bónus de a cortiça conseguir recuperar do próprio impacto. Depois dos estudos que realizamos, entendemos que a cortiça chega mesmo a ser  um material com características superiores ao material sintético” – revela o investigador.

 

Leia mais na edição impressa do Jornal N