Concelho

Município rubrica apoios conferidos no PAPC 2019

 | 
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest

No passado sábado, 9 de Março, pelas 10h00, o foyer do Cineteatro António Lamoso foi o espaço escolhido para se proceder à assinatura dos protocolos de parceria entre a Câmara Municipal de Santa Maria da Feira e as associações feirenses que viram aprovadas as suas candidaturas à edição de 2019 do Programa de Apoio a Projectos Culturais (PAPC). Presentes na iniciativa estiveram os representantes dos vários núcleos de acção cultural ou recreativa que compõe o tecido associativo, assim como o Presidente da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, Emídio Sousa, e o Vereador responsável pelo pelouro da Cultura, Gil Ferreira. A edição de 2019 do Programa contempla relações de parceria em 39 projectos, de 27 associações.

“Cada vez mais temos menos de falar de cor”

Gil Ferreira tomou os cinco anos que se celebram desde o arranque da iniciativa como mote, e foi por essa via que o seu discurso inicial começou, reiterando a “missão” do PAPC. “Esta é uma missão na qual as associações são uma parte implicada no garante do acesso à Cultura. Passei parte deste meu último ano em visitas, e sou sempre recebido, enquanto representante do Município, como se um de vós me tratasse. Fui sempre bem acolhido” – afirmou o Vereador da Cultura. Ao longo de 5 edições, o PAPC conta já com 158 projectos apoiados. No entanto, a iniciativa tem sido alvo de críticas pela oposição socialista na vereação da Câmara Municipal. “Hoje está na moda falar para a comunicação social, mas o que é certo é que o PAPC cresceu 62% em termos de dotação. Só a inflação na Venezuela é que terá tido um crescimento superior a este” – avaliou o responsável.

 

Leia mais na edição impressa do Jornal N.