Freguesias

Pais denunciam “fraca qualidade” das refeições na “Coelho e Castro”

 | 
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest

Ivo Gomes pertenceu à Associação de Pais da EB 23 Coelho e Castro até ao dia 20 de Outubro, data em que se despediu do cargo, já que a filha deixou de frequentar a escola. Mas na mesma reunião voltou a ter conhecimento, através de fotografias, da “fraca qualidade das refeições” escolares dos alunos, e prontificou-se a denunciar o caso nas redes sociais. “Disse à associação que estava disponível para ajudar, já que o ano passado publiquei uma fotografia de um hambúrguer” – conta.

Nas fotografias, publicadas no Facebook, pode ver-se um pepino “podre”, uma espinha de peixe numa sopa de legumes, e a quantidade e qualidade de um puré de batata, mas para o encarregado de educação este não é um caso isolado. “Desde há oito ou nove anos que há problemas na cantina, por um motivo ou outro. Agora, fotografaram o pepino podre, alguém que está na cozinha e utiliza este alimento nestas condições, não sabe o que está a fazer” – diz.

 

Leia mais na edição impressa do Jornal N