Freguesias

Trabalhadores remeteram ao tribunal pedido de insolvência de panificadora de Fiães

 | 
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest

Funcionários visam ser “ressarcidos dos seus créditos”

O Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Centro (STIHTRSC) revelou no passado dia 23 de Agosto que o pessoal da Panificação Valinhos, em Santa Maria da Feira, terminou a vigília à empresa e requereu a sua insolvência.

Em causa está a situação da empresa de Fiães, que encerrou a 6 de agosto, sem dar explicações a seis funcionários que têm contratos envolvendo 1,5 a 32 anos de antiguidade e vinham produzindo cerca de 9.000 pães e outros produtos alimentares por dia. Esses trabalhadores vinham desde então fazendo guarda às instalações da empresa, para garantir que não fossem retirados do local equipamentos industriais, viaturas e outros bens com valor patrimonial, mas essa vigília também terminou hoje.

“Após vários dias de espera pela resolução do problema que levou à inatividade da Padaria Valinhos, e depois de terem recebido a carta de rescisão de contrato com a indicação de encerramento da empresa, os trabalhadores ainda aguardaram alguns dias, na expectativa que os sócios-gerentes se entendessem e se apresentassem à insolvência. Como tal não se verificou, deu entrada hoje mesmo no tribunal, por intermédio de um dos trabalhadores, escolhido entre todos, o pedido de insolvência da empresa”, revela o STIHTRSC. Com essa medida, sindicato e operários querem agilizar o processo judicial que lhes permitira “serem ressarcidos dos seus créditos, provenientes do direito a indemnização” por extinção do respetivo posto laboral.

 

Leia mais na edição impressa do Jornal N.