Local

Mortes nas estradas diminuíram em 2019, mas acidentes e feridos graves aumentaram

 | 

Registaram-se menos 36 vítimas mortais do que em 2018, no entanto 2.288 ficaram gravemente feridas – mais 147 que no ano de 2018

O número de mortos nas estradas diminuiu 7% no ano passado em relação a 2018, totalizando 472 vítimas mortais (menos 36 do que em 2018), mas os acidentes rodoviários e os feridos graves aumentaram, revelou a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

Os dados provisórios da sinistralidade e fiscalização rodoviária de 2019 dizem respeito a Portugal Continental e às vítimas mortais cujo óbito foi declarado no local do acidente ou a caminho do hospital. Em conferência de imprensa para apresentação do balanço provisório, o presidente da ANSR, Rui Ribeiro, avançou que em 2019 foram registadas 472 vítimas mortais, menos 36 do que em 2018 (menos 7%), e “em linha com o valor registado em 2015”. Segundo a ANSR, 2.288 pessoas ficaram gravemente feridas no ano passado, mais 147 do que em 2018 (mais 3%), registando-se também um aumento de 2% (mais 2.664) do número de acidentes rodoviários, num total de 135.063.

Leia mais na edição impressa do Jornal N.