Local

CDU questiona Acessibilidade a Edifícios Municipais

 | 

Filipe Moreira, eleito da CDU na Assembleia Municipal de Santa Maria da Feira, questionou a acessibilidade aos edifícios da responsabilidade da Câmara Municipal do concelho através dum requerimento entregue a 6 de feveiro. No mesmo sentido, acusou o presidente camarário de “falta de respeito e de sensibilidade” para com os munícipes.

O eleito afirmou que o Município possui “graves problemas” no que diz respeito à acessibilidade e mobilidade, “nomeadamente nos espaços públicos”. Dá como exemplo os passeios para peões que “na maioria da extensão do concelho não cumprem os 1,5m de largura”, a carência de guias rebaixadas para acesso e infraestruturas que bloqueiam o acesso a todos. Informou que o assunto é levado a discussão pública por diversos partidos políticos e acrescenta à lista “a ausência de semáforos sonoros, rampas de acesso, paragens de autocarro adequadas, lavabos acessíveis e o próprio acesso a espaços onde se realizam atividades políticas como o Salão Nobre ou o Anfiteatro da Biblioteca Municipal, onde geralmente ocorrem as reuniões da Assembleia Municipal”.

Filipe Moreira mencionou também o Decreto-lei nº163/2006 de 8 de agosto e “convida” o Presidente da Câmara Municipal, Emídio Sousa, a analisar a publicação do Guia “Acessibilidade e mobilidade para todos”.

 

Liea mais na edição impressa do Jornal N.