Local

Emídio Sousa vai reunir com a administração dos CTT

 | 
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest

O presidente da Câmara Municipal anunciou que vai reunir com a administração dos CTT
juntamente com o presidente da Junta de Freguesia de Paços de Brandão, Firmino Costa. Em
causa está o fecho do posto de atendimento dos correios da freguesia anunciado pelos CTT.
Foi o vereador socialista, Délio Carquejo, quem levou a preocupação à primeira reunião de
Câmara do ano, a 3 de Janeiro. “Está adiantada a morte do posto de atendimento dos CTT,
este é mais um encerramento de um serviço público em Paços de Brandão” – avisou.
O vereador socialista adiantou que se tem “assistido à defesa da escola pública por parte dos
deputados que nos representam na Assembleia da República e gostaríamos que fosse o
momento de afirmar os nossos serviços públicos” – adiantou.
O presidente da Câmara mostrou a mesma preocupação, mas pede contenção: “não fomos
informados antecipadamente desta decisão dos CTT, soube pela comunicação social. Vamos
reunir, eu e o presidente da Junta de freguesia com a administração dos CTT e acho prematuro
tomar uma posição, antes deste encontro” – garantiu.
Délio Carquejo voltou a referir que Paços de Brandão “é uma vila de referência e está a olhos
vistos o desaparecimento dos serviços, fica despida de qualquer serviço e isso é que
preocupa”. “Estamos todos de acordo” – resumiu Emídio Sousa, para alertar para a evolução
dos serviços, “a carta foi substituída pelo email, é a evolução, é como os bancos, porque é um
novo mundo”. “O problema é que estamos a falar do nosso território” – argumentou o
socialista. “No nosso território estamos tão bem preparados como os outros” – concluiu o
presidente da Câmara.

Leia mais na edição impressa do Jornal N