Local

Reportagem: Há ideias novas na Feira do Velho

 | 
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest

Numa altura em que se comemora o quarto aniversário da Feira do Velho de Santa Maria da Feira, o Jornal N foi conhecer as motivações do negócio, os feirantes e os clientes. Na Feira do Velho toda a gente procura alguma coisa, e está lá por alguma razão que vai para além dos trocos que passam de mãos. Se por um lado há casos de feirantes que se desfazem do que têm em casa por extrema necessidade, também há quem se tenha apaixonado pelo modo de vida, pelo contacto com as pessoas e pelas peças.
Gaspar Joaquina tem 35 anos e herdou várias peças, antiguidades e velharias. Em Abril passado resolveu experimentar um domingo diferente. “A feira é à porta de casa por isso vim tentar vender qualquer coisa”. “No primeiro domingo vendi muito” – conta divertido.
A explicação é simples, não conhecia bem o mercado e não atribuía o real valor às peças que tinha herdado. “Surpreendi-me muito com os preços praticados, vendi alguns objectos abaixo do preço. Mas a culpa foi minha, devia ter estudado melhor o mercado”.

 

Leia mais na edição impressa do Jornal N