Freguesias

RITUS: o grupo cénico que procura marcar a diferença

 | 
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest

Fundada em julho de 2000, a RITUS é uma associação recreativa e sócio-cultural que se foca, essencialmente, na atividade teatral. Com atuações em vários localidades como Vagos, Lousada, Carregosa, Mealhada, este grupo apresenta-se com um teatro “diferente” e que coloca como desafio a revitalização dos seus membros com a entrada de jovens e ideias renovadas. Desde a realização do teatro de rua ao teatro de movimento em que o público não é estático; a RITUS serviu, em tempos e no caso de Mara Oliveira, como um escape para sair e conviver com os amigos. Todavia, a realidade que hoje enfrentam é um pouco diferente.

Como se iniciou a RITUS?

O início da RITUS começou por ser um grupo de amigos que na altura realizou uma exposição chamada de “Raízes” que simbolizava as tradições da terra, os costumes, os rituais, a agricultura… Nessa exposição recolhemos alguns utensílios agrícolas antigos, fotografias e coisas desse género. Durante quatro semanas, em cada uma delas, apresentamos temas diferentes e o “Raízes” tinha a ver com a situação política entre Milheirós e Santa Maria da Feira. No fim dessa mesma exposição, reunimo-nos e surgiu a ideia de criar um grupo recreativo e cultural. Alguns destes membros pertenciam já ao grupo cénico “Os Velhos” e começamos como atividade principal o teatro.

Que outras iniciativas desenvolvem?

Ao longo destes anos fizemos vários tipos de atividades. No desporto, tivemos a orientação em BTT, torneios de futsal, caminhadas; na cultura, realizavamos formações de teatro [gratuitamente] e várias exposições de fotografias antigas e bordados. Participamos também nas atividades da freguesia e quando outras associações nos pedem para participar nas iniciativas deles, por norma, aderimos. Ultimamente, temos a tendência de realizar um passeio anual também.

Leia mais na edição impressa do Jornal N.