Literatura

Apresentação de “Poesias e Vidas Sentidas” de Helena Lestre

 | 

Obra da escritora natural de Oliveira de Azeméis será apresentada na Junta de Freguesia de Santa Maria da Feira, no próximo dia 9 de outubro

            Helena Lestre, autora do livro de poesia publicado em abril, “Poesias e Vidas Sentidas”, descobriu a sua “necessidade de escrever” aos 65 anos, altura em que abandonou o seu negócio. A escritora confessou que tira anotações ao longo das suas atividades diárias e que “desabafa sobre o papel” quando se sente “menos feliz”. Na sua obra, que caracteriza como “as vidas sentidas que viveu”, reúne diversos poemas, tendo até dedicado um aos “malapeiros”, à Rua Direita e ao Castelo de Santa Maria da Feira. A apresentação do seu livro, na Junta de Freguesia de Santa Maria da Feira, será levada a cabo pela professora Helena Junça Rodrigo, a 9 de outubro pelas 16h00. Helena Lestre, escritora natural de Oliveira de Azeméis, que frequenta a Universidade Sénior em Santa Maria da Feira, foi comerciante, por conta própria, durante cerca de 40 anos. Em conversa com o Jornal N, a escritora referiu que cresceu numa família composta por 15 filhos e, desde cedo, dizia à sua mãe que não queria estudar e que gostaria de ser “vendedeira”.

Leia mais na edição impressa do Jornal N.