Música

Crónica: Um toque brasileiro em Santa Maria da Feira

 | 

A viver recentemente em Portugal, o Cineteatro António Lamoso abriu as portas na passada quinta-feira, 20 de fevereiro, para Leo Middea. O jovem natural do Rio de Janeiro procura partilhar a experiência humana “destrocada” na tranquilidade da natureza musical que compõe e canta.

Quase como envergonhado, Leo Middea apresentou-se no Cineteatro António Lamoso sem formalismos, somente com serenidade, um sorriso e a sua banda. A paixão pela música é, seguramente, o que o jovem de 23 anos respira no seu quotidiano. A transmissão de experiências como ser humano é cantada na tranquilidade que a natureza lhe transmite “numa praia do Rio” e também na fusão no mundo do rock que transparece a “confusão” das cidades movimentadas já calcadas pelo artista. Foi há cerca de dois anos que voou até Lisboa juntamente com o seu amigo e guitarrista, Paulo Novaes. Desde então, já teve mais de 40 concertos por Portugal.

 

Leia mais na edição impressa do Jornal N.