Teatro

Grupo Cénico de Lourosa dedicou Janeiro ao Teatro

 | 
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest

Auditório da Junta de Freguesia não foi suficiente para responder à procura da audiência

 

O Grupo Cénico de Lourosa entrou em 2019 com o pé direito, e dedicado à vertente do Teatro. O mês de Janeiro foi reservado à prática da arte que o colectivo lourosense abraçou, organizando um conjunto de peças que contaram com a participação e colaboração de vários grupos, como o Grupo Cénico da Flor da Aldriz, o Círculo de Recreio, Arte e Cultura de Paços de Brandão (CiRAC), o Grupo de Teatro Juve-Setas da Juventude de Sanguedo e, como não poderia deixar de ser, o Grupo Cénico da casa. Ao longo de quatro fins-de-semana, o Auditório da Junta de Freguesia de Lourosa foi o palco das maiores gargalhadas e momentos de lazer, e o espaço chegou mesmo a ser pouco para fazer face à lotação e à procura por parte do público. Assim o assegura Manuel Pinto, Vice-Presidente do Grupo. “O auditório da Junta de Freguesia leva mais de 200 pessoas, e mesmo assim não chegou para dar resposta a tanta procura.

 

Leia mais na edição impressa do Jornal N.