Dicas de poupança em regime de teletrabalho

Ainda que a obrigatoriedade do teletrabalho tenha terminado, muitas empresas e trabalhadores decidiram continuar a adotar este regime pelas vantagens que lhes trazem. No caso especifico dos trabalhadores, esta oportunidade de trabalharem a partir de suas casas é, para além de mais comodo, uma boa forma de economizarem algum dinheiro.

A juntar-se às poupanças com gastos com eletricidade e internet que, depois da recente alteração legislativa sobre as regras do teletrabalho, ficaram a cargo das empresas, os teletrabalhadores podem reduzir custos diretamente com transportes e alimentação, e menos diretamente com as suas prestações mensais com créditos que, através da consolidação de créditos, podem garantir-lhe taxas de poupança com encargos mensais em prestações de até 60%.

Dicas de poupança em regime de teletrabalho

Créditos

Com mais tempo disponível para pensar e agir sobre o destino do seu dinheiro enquanto está em teletrabalho, esta pode ser uma boa altura para reavaliar os créditos que tem contratados.

Não raras vezes, desta análise, vai acabar por perceber que o pagamento de prestações mensais com os créditos contratados está a ter um peso indesejável na sua taxa de esforço (Encargos financeiros com as prestações de crédito / Rendimento Líquido Total do Agregado x 100), taxa que mede a saúde das suas finanças pessoais e a sua capacidade para pagar os créditos contraídos. Se, feitas as contas, verificar que a sua taxa de esforço ultrapassa os 50%, limite definido como saudável pelo Banco de Portugal, então está na altura de procurar soluções de financiamento alternativas. Uma das mais procuradas é a consolidação de créditos que, em traços gerais, lhe vai permitir juntar vários créditos em apenas um, com uma taxa de juro mais baixa que a média de todos os créditos que possui ficando apenas com uma única prestação, perante uma única instituição de crédito.

Neste campo, uma das soluções de crédito consolidado mais competitivas do mercado financeiro português é a do UNIBANCO, marca da UNICRE – instituição financeira de crédito – que lhe oferece um crédito consolidado que vai dos 5 mil aos 75 mil euros e prazos de reembolso entre 24 e 84 meses. Por exemplo, imaginemos que o rendimento líquido do seu agregado familiar é de 1900 euros, mas já soma 41 mil euros em dívida decorrente dos créditos contraídos e prestações mensais no valor total de 1200 euros, números que dão origem a uma taxa de esforço de 63,1%. Depois de efetuada a simulação no simulador de crédito consolidado do UNIBANCO para um pedido de crédito de 41 mil euros a pagar em 84 meses, obterá uma prestação mensal de 710,41 euros, valor que implica que a taxa de esforço da família irá passar a ser de:

Taxa de Esforço com o crédito consolidado UNIBANCO

710,41/1900 x 100 = 37,4%

Assim, como se percebe, para além de juntar todos os seus créditos em apenas um, com uma taxa de juro mais baixa que a média de todos os créditos que possui e uma única prestação perante uma única instituição de crédito, a sua taxa de esforço irá baixar para uma percentagem que lhe dará maior margem de manobra na gestão do seu dinheiro durante o mês. A simulação apresentada diz respeito a um financiamento de €41.000 a pagar em 84 mensalidades de €710,41. TAN 10,950% e TAEG 12,6%. MTIC €60.396,27.

Transportes

Ao trabalhar a partir de casa, terá automaticamente a possibilidade de deixar de pagar passes mensais de transportes públicos ou pegar no seu carro e gastar dinheiro com combustíveis e portagens. Feitas as contas, se morar nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto, vai poder poupar mensalmente em passes de transportes públicos entre 40 e 120 euros. Caso tenha de se deslocar até ao seu local de trabalho uma vez por semana, opte por carregar o seu cartão Lisboa VIVA ou Andante (Porto) com duas viagens.

Educação

Se, enquanto trabalhava fora de casa, era necessário arranjar um lugar onde deixar os seus filhos enquanto não regressava a casa no final do dia de trabalho, agora que está em teletrabalho poderá economizar algum dinheiro através do cancelamento das inscrições dos petizes em ATLs ou Centros de Atividades. Ao passar a poder acompanhar os seus filhos após as aulas na escola, não só vai poupar diretamente com mensalidades, como também irá economizar dinheiro nos transportes. A estimativa aponta para uma poupança efetiva que pode ir dos 160 euros aos 200 euros por mês por filho.

Serviços de limpeza

Quem conta, normalmente, com os serviços de limpeza ou com uma empregada doméstica para tratar da sua casa, pode, enquanto em teletrabalho, abdicar deste tipo de serviços ou reduzir o número de horas contratadas. Por exemplo, se normalmente paga oito euros por hora e estiver habituado a um serviço de três horas por semana, pode poupar até 96 euros por mês.

Habitação

Caso possa usufruir do regime de teletrabalho a longo termo e viva numa grande cidade, pondere mudar-se para uma zona do país onde aos imóveis sejam mais baratos. Além de passarem a pagar um valor de renda substancialmente mais baixo do que nas grandes cidades, quem pretender mudar-se para o interior do país vai ainda poder candidatar-se ao Programa Trabalhar no Interior que, na prática, contempla um conjunto de medidas para mais ágil a procura de emprego, de habitação e oferecer o apoio financeiro necessário para comparticipar os custos associados à deslocação.

Como nota de rodapé, refira-se que os cidadãos dispostos a mudarem-se para o interior no âmbito deste programa podem beneficiar de um apoio inicial de até 4 827 euros. Já as empresas podem receber até 82 106 euros por posto de trabalho criado.