AJ Fiães junta-se a clubes que desejam a criação da 2ª Divisão Nacional para os escalões de formação

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

A AJ Fiães, que garantiu o título de campeã distrital de juniores em 2019/20, junta-se a diversos clubes de futsal espalhados pelo País numa proposta endereçada à Federação Portuguesa de Futebol (FPF) para a criação de um campeonato nacional de 2ª Divisão para os escalões de formação para a
próxima temporada.

O documento encontra-se em análise pela FPF. Se a pretensão dos clubes for atendida, na próxima época haverá campeonatos nacionais de 2ª Divisão para os escalões de juniores, de juvenis e de iniciados.

A proposta apresentada à FPF nasceu de contactos entre diversos clubes de Norte a Sul do País com o objetivo de enviar à FPF uma proposta que visa a criação da 2ª Divisão de futsal de formação já em 2020/2021.

Recorde-se que a AJ Fiães se sagrou em 2019/20 campeã distrital de juniores ainda antes da pandemia “decretar” a interrupção do Desporto.

Mercê do título alcançado, o clube fianense iria disputar a Taça Nacional de Juniores de futsal após o mês de Março.

Mas a pandemia interrompeu o Desporto e, mais tarde, a interrupção tornar-se-ia definitiva, impedindo a realização da Taça Nacional.

RAZÕES QUE JUSTIFICAM A 2ªDIVISÃO NACIONAL
No documento enviado à FPF, lê-se que o futsal se encontra em evolução e que esse crescimento não pode ser travado. “À semelhança do que acontece no futebol de formação e futsal sénior (masculino e feminino), com a criação desta nova divisão, o futsal nacional de formação dá um passo enorme”. A proposta assinala que as equipas que podem competir na nova divisão serão as que teriam acesso à Taça Nacional.

A proposta que seguiu para Lisboa tem por base a reformulação dos quadros competitivos no futsal feminino, que, dizem os clubes, “em tudo eram semelhantes ao dos escalões de formação, e numa lógica de igualdade de oportunidades e direitos, propõe-se que os mesmo quadros se apliquem aos
escalões de sub-15, sub-17 e sub-19, criando, assim, uma divisão intermédia entre os distritais e o campeonato nacional”.