Ovarense mantém equipa principal de seniores masculinos na Liga Placard

Equipa principal de seniores femininos abdica de participar no escalão principal e vai disputar a 1ª Divisão nacional, segundo escalão.

A Ovarense Basquetebol mantém a sua equipa principal de seniores masculinos no topo das competições nacionais, mas abdica de participar no patamar principal de seniores femininos. A decisão ficou conhecida em assembleia geral, com os associados a aprovarem a proposta apresentada pela
Direcção.

A reunião contou com forte presença dos associados da Ovarense Basquetebol, facto revelador de vitalidade e empenho da comunidade, como atesta o clube em comunicado.

A Direcção informou os sócios sobre a situação atual do clube, algumas decisões tomadas nos últimos meses, visando a sustentabilidade financeira, e apresentou uma proposta de estrutura formativa e competitiva para a próxima época, com o respetivo orçamento.

A proposta apresentada assenta em três premissas – sustentabilidade financeira, num quadro socioeconómico muito difícil; honrar a história do clube no basquetebol nacional; a Ovarense Basquetebol é um clube formador por excelência, sendo imprescindível prestar este serviço à comunidade.

MUDANÇAS NA GESTÃO DESPORTIVA DO CLUBE

Para cumprir as premissas apresentadas aos associados em assembleia geral, a Direção da Ovarense Basquetebol propôs assegurar toda a formação nos moldes habituais, disputar a Liga Placard em seniores masculinos, competir na 1ª Divisão em seniores femininos e competir na 1ª Divisão [terceiro escalão] em seniores masculinos (equipa B). Foi ainda proposto cessar a utilização do pavilhão Raimundo Rodrigues.

Isto significa que, na próxima temporada, a Ovarense Basquetebol abdica de participar no topo das competições de seniores femininos, cessando a sua presença na Liga, passando a disputar a 1ª Divisão Nacional.

Na restante gestão desportiva, não há outras alterações.
No que à utilização do pavilhão diz respeito, e apesar de a proposta apresentada ter sido aprovada por larga maioria, sem votos contra, a Direção vai continuar a trabalhar no sentido de manter a utilização do pavilhão Raimundo Rodrigues.

A sessão contou igualmente com a aprovação de um voto de louvor a Pedro Braga da Cruz, personalidade a quem a Ovarense Basquetebol muito deve e que recentemente cessou funções diretivas no clube.