CDS Esmoriz atenta na “triste realidade” dos passadiços

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Aurélio Gomes disponibiliza-se para auxiliar nos trabalhos necessários

 Numa nota publicada nas redes sociais a 24 de Maio, Aurélio Gomes, presidente do núcleo do CDS de Esmoriz atenta na “triste realidade” dos passadiços locais, que considera “uma obra emblemática”, destinada 2à manutenção física e lazer” dos esmorizenses e vizinhos. “Pergunto-me se os nossos autarcas têm passado por cá, sei que não estou a falar de festas, mas mesmo assim!!! Se interpelar o nosso Presidente estou convencido que a resposta é:
Isto não é uma incumbência da Junta de Freguesia de Esmoriz, é da CMO ou de A ou de B, etc. Estas são as respostas tipo que ouvimos nas Assembleias da JFE” – afirma Aurélio Gomes, em comunicado, e acrescenta – “Pergunto-me como é possível autarcas há 10 anos não perceberem que tudo o que se passa em Esmoriz deve ter o acompanhamento e a intervenção da Junta de Freguesia!!! Esmoriz precisa de autarcas que estejam para servir Esmoriz no seu todo, que estejam na autarquia por Esmoriz”.

O visado sublinha ainda que “se houver dificuldades” na resolução do referido, se disponibiliza a melhorar a situação no imediato, “indo para lá trabalhar”. Aurélio Gomes formalizou ainda um e-mail destinado a dar conhecimento da situação à Junta de Freguesia de Esmoriz.