Empresa de Argoncilhe multada em 60 mil euros por acidente mortal de trabalho

Factos remontam a 2015, quando uma funcionária morreu esmagada devido a fardos de desperdício de papel que tombaram

Uma empresa da freguesia de Argoncilhe foi multada em 60 mil euros pelo incumprimento de regras de segurança que resultou na morte de uma funcionária num acidente de trabalho. O gerente da empresa foi condenado pelo Tribunal Judicial de Santa Maria da Feira a três anos e seis meses de prisão, com pena suspensa.

A notícia, avançada pelo Jornal de Notícias, dá nota de que uma empresa de reciclagem de resíduos e o gerente foram condenados pelo Tribunal da Feira pela “prática de um crime de violação das regras de segurança”. Os factos remontam a 2015, quando a funcionária encostou uma tábua de madeira a uma parede onde estavam empilhados uns fardos de desperdícios de papel, que pesavam entre 300 a 400 quilos, e que acabariam por tombar e esmagar a funcionária, provocando a morte.

Perante o coletivo de juízes, a empresa alegou que o acidente ocorreu “por motivos e causas que apenas àquela trabalhadora podem ser imputados”, negando desta forma qualquer responsabilidade no sucedido.

PUB

PUBLICAÇÕES RECENTES