Semana Santa assinala-se de forma virtual em Santa Maria da Feira

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

A cidade de Santa Maria da Feira vai assinalar a Semana Santa, de 27 de março a 4 de abril, através das plataformas digitais. O programa será inteiramente virtual de forma a ser acompanhado pelos milhares de crentes que assistiam às recriações. A Via Sacra será também transmitida nas rádios locais.

A página de Facebook da Semana Santa (www.facebook.com/semanasanta.pt) disponibilizará os episódios bíblicos “Entrada Triunfal”, “A Última Ceia” e a “Via Sacra” protagonizados pelo Grupo Gólgota ao longo dos anos.

No dia 28 de março, às 15h30, é transmitida a gravação da recriação da “Entrada Triunfal de Jesus em Jerusalém”. O primeiro quadro, “Jesus em Betfagé”, é o início da peregrinação de Jesus, quando os seus discípulos estendem as suas capas e ramos de verdura no jumentinho. O segundo quadro, “Jesus e as crianças de Jerusalém”, recria as palavras de Jesus às crianças de Jerusalém. O terceiro quadro, “Jesus é Filho de Deus!”, representa o encontro de Jesus com Anás e Caifás e vários membros do Sinédrio que, com soldados romanos, tentam impedir as aclamações e ‘vivas’ a Jesus. O quarto quadro, “As lágrimas de Jesus, ao ver Jerusalém”, recria a tristeza de Jesus por perceber que Jerusalém não o aceita. O quinto, e último quadro, “Jesus no templo de Jerusalém”, recria o momento em que Jesus expulsa do Templo os vendilhões e, no meio de ensinamentos, cura alguns doentes.

A recriação da “Última Ceia, Getsémani e Sinédrio” será também transmitida, em estreia, na página de Facebook da Semana Santa de Santa Maria da Feira no dia 1 de abril, às 21h30. A gravação desta recriação será agora disponibilizada ao público por via digital. Primeiro, a Última Ceia de Jesus com os seus discípulos onde, num ato de humildade como Mestre, lava os pés aos seus discípulos e nos lembra “Amai-vos uns aos outros como eu vos amei”. Estas foram as palavras, assim foi o ato. A representação do momento em que o pão foi partilhado e o cálice passou pelas mãos de Jesus Cristo até aos doze Apóstolos antecipa o prelúdio da Agonia no Getsémani, Jardim das Oliveiras, até à prisão de Jesus, que compõe o segundo quadro da representação. O terceiro quadro representa Jesus diante do Tribunal Judaico, o Sinédrio, onde é julgado e declarado culpado de blasfémia, abrindo um processo que o conduzirá a Pilatos.