Lucro da Corticeira Amorim cai 10,8% para 49 milhões de euros

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Corticeira explica que as “condições adversas” da pandemia e as medidas de contenção afetaram o volume de negócios de todas as Unidades

A Corticeira Amorim revelou, ontem, que o seu lucro caiu 10,8% nos primeiros nove meses deste ano, em comparação com o mesmo período de 2019. Segundo a notícia avançada pela Lusa, o lucro da empresa caiu para 49 milhões de euros, tendo as vendas recuado 5,2% para 571,4 milhões de euros.

Segundo a corticeira, “as condições adversas decorrentes da pandemia de Covid-19” e as “consequentes medidas implementadas pelos diferentes países para conter a sua propagação” afetaram negativamente o volume de negócios de todas as Unidades de Negócio (UN), sendo o segundo trimestre o mais penalizado. Conforme explica, “após um segundo trimestre severamente afetado por condições de mercado altamente desfavoráveis, assistiu-se a uma melhoria da atividade nos meses de julho-setembro, muito beneficiando também da diversificação geográfica” da empresa.

No entanto, “a incerteza e baixa visibilidade mantêm-se altas, tornando difícil avaliar a dimensão dos impactos diretos e indiretos da pandemia por Covid-19 no futuro”, refere, acrescentando que “a evolução e a extensão da sua disseminação, bem como a eventual necessidade de implementação de medidas de contenção adicionais, determinarão os seus efeitos sobre a economia global e padrões de consumo e, consequentemente, sobre a atividade da Corticeira Amorim”.

 

Leia mais na próxima edição do Jornal N.