Feira prepara candidatura gastronómica à Rede de Cidades Criativas

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

A candidatura à Rede de Cidades Criativas da UNESCO, na área da Gastronomia, que a Câmara Municipal de Santa Maria da Feira está a preparar surge na sequência de uma “aposta da autarquia no turismo gastronómico que irá ser reforçada nas opções estratégicas para o quadriénio 2021-2025”, de acordo com Gil Ferreira, vereador do Pelouro de Cultura e Turismo.

A ação pretende continuar a afirmar Santa Maria da Feira como “um destino cultural por excelência, adicionando a Gastronomia como expressão e referência de uma identidade milenar”.

Segundo o comunicado, a locolização estratégica de Santa Maria da Feira entre o Porto e o Rio Douro (a Norte), Aveiro e a sua ria (Sul), as serras (Este) e o Atlântico (Oeste) propicia “uma oferta gastronómica rica e diversificada, com clara influência da região de Entre Douro e Vouga e uma grande diversidade de peixes, carnes e produtos lácteos, bem como vegetais e frutos, muitos produzidos pelos pequenos produtores do concelho”. Esta diversidade de produtos e sabores, o “saber fazer” da população feirense e a criatividade dos seus chefs conferem a reputação de um destino gastronómico em desenvolvimento e um destino de excelência para degustar diferentes receitas e sabores de qualidade, condimentados pela hospitalidade e profissionalismo dos feirenses.

Leia mais na edição impressa.