Espinho dá um passo atrás no desconfinamento

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Por ter mais de 120 casos por 100 mil habitantes, o concelho de Espinho deu um passo atrás no plano de desconfinamento.

O Governo atualizou – na passada quinta-feira, 15 de julho – a lista dos municípios em risco elevado e muito elevado de incidência da covid-19. Espinho, por ter mais de 120 casos por 100 mil habitantes, faz parte de uma lista de 43 concelhos que deram um passo atrás no plano de desconfinamento. Por ser considerado um concelho de risco elevado, passam a aplicar-se as seguintes regras: teletrabalho obrigatório quando as funções o permitam; restaurantes, cafés e pastelarias podem funcionar até às 22:30 horas (no interior, com um máximo de seis pessoas por grupo; em esplanada, dez pessoas por grupo); espetáculos culturais até às 22:30 horas; comércio a retalho até às 21 horas; limitação da circulação na via pública a partir das 23 horas.

Estas novas regras vão manter-se até que o Espinho deixe de figurar na lista de concelhos que estão em risco elevado. A próxima atualização do Governo está prevista para a próxima quinta-feira, 22 de julho.