Abate de árvores motivado por razões de segurança e salubridade

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

A Câmara Municipal de Ovar, através de um comunicado, esclareceu que, no âmbito da empreitada de requalificação dos largos 1.º de dezembro, Santa Camarão, Combatentes e percursos de ligação – rua Visconde de Ovar – foi efetuado o abate de algumas árvores no largo Santa Camarão – lugar da Arruela, em Ovar – motivado por questões de segurança de pessoas e bens, assim como de melhoria das condições de higiene do espaço público.

Aquando da elaboração do respetivo projeto, informou a autarquia, concluiu-se que, na zona da Arruela, algumas árvores apresentavam diversas patologias, para além de terem raízes muito extensas e superficiais, pondo em causa o pavimento circundante e a segurança. Neste sentido, foi decidido substituir estes elementos por novas espécies, mais adequadas ao local e à função. De referir ainda que o projeto, que foi apresentado publicamente à população e que incorporou muitos dos contributos apresentados, prevê que, no largo Santa Camarão, o número de árvores final seja superior ao existente. Ou seja, passará de 13 para 15 árvores, que estarão melhor distribuídas, assegurando uma melhoria no usufruto e vivência do espaço.

Ainda de acordo com o mesmo comunicado, a Câmara Municipal de Ovar reitera que as questões ambientais são primordiais para o atual executivo. No entanto, a segurança dos munícipes é ainda mais importante. A decisão tomada pretende garantir que o largo Santa Camarão seja um espaço que proporcione qualidade de vida a todos os cidadãos, sem exceção, e que seja um espaço que todos possam usufruir em segurança.