Fernando Almeida assume presidência da distrital de Aveiro do CDS-PP

O deputado municipal eleito pelo CDS-PP é o novo líder da distrital de Aveiro. Este é o distrito mais importante para partido, fruto das três autarquias governadas em maioria e duas em coligação

Fernando Camelo de Almeida é o novo presidente da distrital de Aveiro do CDS-PP. O deputado municipal era primeiro vice-presidente da delegação centrista ‘aveirense’ e assume o cargo após a demissão do antigo líder.

A distrital de Aveiro do CDS-PP tem um novo presidente: Fernando Camelo de Almeida. Até então primeiro vice-presidente, o ‘ovarense’ assume o cargo após a demissão do antigo líder. A primeira missão de Fernando Almeida neste novo cargo prende-se com as eleições legislativas de 30 de janeiro. “Isto foi um desafio para mim, sendo que assumi, desde logo, o compromisso para com o presidente do partido de fazer a lista para as eleições e entregá-la em tribunal” – revelou o autarca, acrescentando ainda que esta experiência tem sido, até ao momento, bastante enriquecedora. “Estou a tomar conhecimento de assuntos de outras localidades pertencentes ao distrito e as boas práticas, os bons exemplos, podem ser canalizados para Ovar” – afirmou.

Sobre as listas de Aveiro do CDS-PP candidatas às eleições legislativas, Fernando Camelo de Almeida declarou que “o cabeça-de-lista tem experiência política, afinidades com o distrito, uma vez que trabalhou durante vários anos com o Dr. Girão Pereira, ex-presidente da câmara de Aveiro, é sensível a todas as problemáticas que envolvem o concelho ‘ovarense’ e que irá lutar por Ovar e pelo distrito.” Um bom desfecho para o CDS-PP nestas eleições, na ótica do presidente da distrital ‘aveirense’, é fazer o melhor resultado possível, sempre considerando a hipótese de fazer com que o partido volte a ter a força que outrora teve. Aveiro, recorde-se, é o distrito onde o CDS-PP tem mais peso político, fruto das cinco autarquias que governa, três em maioria absoluta – Oliveira do Barro, Albergaria e Vale de Cambra – e duas coligadas ao PSD – Estarreja e Aveiro.

Questionado sobre a possibilidade de ser eleito, Fernando Camelo de Almeida reconheceu que essa é uma “possibilidade difícil”, mas garantiu que “se algum dia for ao parlamento, mesmo que seja numa curta passagem”, os temas mais importantes para Ovar, como “a saúde, a linha férrea, a erosão costeira ou a requalificação da Nacional 109” serão pode ele abordados.

A história de Fernando Camelo de Almeida na política começou em idade jovem, altura em que entrou para a Juventude Centrista – agora Juventude Popular. Militante do CDS-PP desde 1994, o agora presidente da distrital de Aveiro daquele partido refere que o seu interesse político é maioritariamente local. “Mesmo podendo estar noutros cargos, o meu pensamento está e estará sempre com o meu município e na defesa do mesmo” – afirmou, acrescentando ainda que “encara a política apenas como uma missão de servir” e que nunca se moveu por “lugares”, pois tem um “percurso profissional de 28 anos e uma vida para além da política.” Sobre o seu futuro à frente da distrital, adiantou que ainda não pensou no assunto, mas deixou claro que “qualquer que seja decisão, esta será sempre tomada após consultar as pessoas fundamentais” na sua vida: a família. O deputado conclui com a certeza de que “o único projeto a longo prazo” que tem “é um projeto a quatro anos com as pessoas de Ovar”, que o elegeram para um mandato que “cumprirei e honrarei até ao fim.”