Movimento 2030 envia recomendação à CMO sobre Carnaval 2022

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O Movimento 2030 enviou uma recomendação ao presidente da Câmara Municipal de Ovar, Salvador Malheiro, onde sugere a “suspensão periódica de todos os investimentos e compromissos relativamente ao Carnaval 2022.” A terceira força política mais votada no último sufrágio autárquico tomou esta posição pois acredita ser necessária uma avaliação profunda sobre o “possível impacto na saúde pública” que a realização do Carnaval pode ter no território vareiro, dado o agravamento atual da pandemia da covid-19. O Movimento 2030 relembra que em 2020, “após a realização do Carnaval, o município de Ovar teve um cerco sanitário com prejuízos e consequências gerais que ainda não foram sequer apuradas” e sugere, então, “uma análise muito profunda a este evento que implica um concentração de pessoas ímpar” em Ovar.

Ainda sobre o mesmo trâmite e consciente da importância que os ‘ovarenses’ atribuem à celebração do Carnaval, o Movimento 2030 “encetou contactos junto dos grupos de Carnaval e Escolas de Samba, no sentido de perceber qual a sua opinião sobre os possíveis cenários.”