Parque Ornitológico de Lourosa celebra 30 anos

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

O Zoo de Lourosa, que reúne cerca de 500 aves, celebra este mês 30 anos. O equipamento, gerido pela empresa municipal, Feira Viva, anunciou também novos exemplares de mutum-de-bico-azul – uma espécie ameaçada que nenhum outro zoo europeu reproduz. Esta é uma das aves em risco de extinção e trata-se de uma espécie que, em toda a Europa, só é acolhida por três zoos e apenas se tem reproduzido no de Lourosa.

Salomé Tavares, diretora do parque português, admite à Lusa que esse trabalho científico de preservação será a faceta “menos conhecida” do zoo junto do grande público, mas garante que a proteção de espécies tem sido a principal missão, que, em três décadas, já recebeu “cerca de meio milhão de visitantes”.

“Estivemos fechados ao público naquela fase mais exigente do confinamento, mas não nos podemos queixar de falta de atividade porque, apesar da quebra nos grupos escolares e de seniores, a verdade é que o número de visitantes está a superar as nossas expetativas e temos recebido realmente muita gente, sobretudo ao fim de semana”, afirma.

Leia mais na edição impressa.