Autárquicas: Emídio Sousa diz-se “honrado” mas critica modelo de comunicação do PSD

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

O presidente da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, Emídio Sousa, disse-se “honrado” com a inclusão do seu nome na lista de candidatos com aprovação prévia do PSD às eleições autárquicas, mas considerou esse modelo de comunicação “errado”.

As declarações de Emídio Sousa, que cumpre atualmente o segundo mandato à frente da autarquia, surgem depois de o seu partido ter divulgado na manhã de quarta-feira uma lista de autarcas que podem anunciar a sua candidatura “na hora e no momento que desejarem” por já terem a respetiva homologação garantida por parte da estrutura hierárquica do PSD.

“Sinto-me muito honrado por o PSD já ter autorizado a minha eventual recandidatura antes de saber a minha opinião, porque isso representa um voto de confiança prévia no meu trabalho, mas sou da opinião de que este é um modelo de comunicação errado, porque prejudica o planeamento dos candidatos e desvaloriza o papel das estruturas locais e distritais”, referiu.

Apesar de a sua recandidatura já ser dada como certa no município, Emídio Sousa afirma que ainda está “a refletir sobre o assunto” e acrescenta: “Se me decidir recandidatar, comunicá-lo-ei publicamente no momento oportuno, depois de ouvir a concelhia e a distrital do partido”.

Para Emídio Sousa, saltar essas etapas desvirtuaria, aliás, a dignidade do processo.

“A escolha dos candidatos deve ser feita caso a caso, analisada com o devido enquadramento e tratada com a solenidade adequada. É por isso que me oponho ao modelo de comunicação pelo qual o PSD optou hoje”, concluiu.

 

Leia mais na edição de segunda-feira do Jornal N.