Bárbara Pinto propõe “intervenção de fundo” no Castro de Romariz

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Bloco de Esquerda quer a construção de um centro interpretativo para potenciar o desenvolvimento de um roteiro arqueológico/turístico

Bárbara Pinto, candidata do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, visitou o Castro de Romariz e, apesar de reconhecer a importância do local, a candidata apontou a falta de intervenção naquela que considera ser “uma das mais significativas estações arqueológicas de Entre Douro e Vouga”.

Para o Bloco, a “distância a que se encontra do Museu Convento dos Loios, local onde o seu espólio se encontra exposto, dificulta a operacionalização das visitas por parte daqueles que, através da localização, aqui se dirigem e encontram um cenário de abandono que contrasta com a airosa e pomposa descrição que podemos encontrar no site do município”, lê-se em nota de imprensa.

Neste sentido, o partido propõe uma intervenção “de fundo e proporcional” à reconhecida importância do Castro de Romariz. “Queremos a construção de um centro interpretativo que consiga aliar a estação arqueológica ao seu espólio na mesma localização, potenciando assim o desenvolvimento de um roteiro arqueológico/turístico significativo”, apontou a candidata.