Bloco questiona Governo sobre solução na mobilidade da EN-223

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Face às obras ainda em curso de beneficiação da Estrada Nacional 223 (EN-223), o Bloco de Esquerda considerou que as mesmas demonstram “melhorias substanciais” na gestão do tráfego nesta via estruturante para o concelho de Santa Maria da Feira. No entanto, o BE alertou para os problemas que continuam a existir, nomeadamente na saída da Feira, em Picalhos, que dá acesso à Avenida 25 de Abril e no nó da Cruz, uma vez que “ambas as saídas possuem um túnel que faz a ligação a zonas habitacionais e não são de todo uma solução eficaz, quer para o acesso às zonas habitacionais, quer para a gestão do trânsito nas saídas e nas entradas da EN 223”, referem em comunicado.

Os mesmos referem que a EN-223 “é uma via que tem uma importância acrescida, não só pelo acesso que permite aos concelhos vizinhos, em particular a S. João da Madeira, mas também pelo acesso à A1, A29 e A32”. O BE afirma que a construção das rotundas nos principais cruzamentos da ligação entre Santa Maria da Feira e São João da Madeira, assim como a melhoria do pavimento, solucionaram um problema que “se arrastava há vários anos” e que “contribuía para as longas filas de trânsito que se verificavam”.

Leia mais na edição impressa.