PS quer que Emídio Sousa se “retrate publicamente”

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Face ao comunicado da Comissão Política do PSD de Santa Maria da Feira, enviada às redações a 27 de novembro, a CPC do Partido Socialista vem agora exigir ao líder da Comissão Política do PSD de Santa Maria da Feira, Emídio Sousa, um pedido de desculpas para se “retratar publicamente”.

A Comissão Política Concelhia (CPC) do PS refere, em comunicado, que lamenta a forma “insultuosa” e “insolente” do comunicado do PSD sobre a “posição política” do presidente da CPC do PS de Santa Maria da Feira, Márcio Correia. Nesse comunicado, os sociais-democratas aconselham Márcio Correia a “deixar de mentir” e a optar pela verdade.

“A CPC do PS vê no comportamento do PSD uma perseguição política ao bom nome, à honra, à idoneidade, à seriedade e dignidade do seu presidente, Márcio Correia. O comunicado do PSD é totalmente lamentável e reprovável”, afirmam os socialistas.

Segundo o PS, a verdade “incomoda e enerva” o PSD e o seu presidente, Emídio Sousa.  “Quando a verdade é dita de forma factual, enfurece quem mente ou quem a esconde. A concelhia do PS, o seu presidente e a sua vereação tiveram a coragem de o expressar e de divulgar factos”, apontam. Os socialistas acusam o PSD da Feira de ser “cúmplice” de muitas “más situações” no concelho e que pretendem “tapar os olhos” aos “erros e omissões” da Câmara Municipal, com o intuito de proteger o edil. Consideram ainda que o comportamento político do PSD em Santa Maria da Feira é “inaceitável” e revelador de uma atitude que em nada favorece os cidadãos do concelho.

O PS pede ainda seriedade na “apreciação dos factos” e acusam o PSD de querer “esconder a verdade” aos cidadãos.

Já Márcio Correia afirma que a linguagem usada pelo PSD da Feira e pela sua Comissão Política é de “má educação” e de quem “não tem formação, nem elevação no debate político”.

“Emídio Sousa, presidente do PSD da Feira e da Câmara Municipal, deveria pedir desculpa pela forma desrespeitosa com que se dirigiu à minha pessoa, desrespeitando igualmente todo o PS- Feira, todos os cidadãos e instituições que denunciam factos verdadeiros que lesam o concelho. Estamos numa democracia. Saber respeitar as críticas, é tão importante como ouvir elogios”, conclui o presidente da CPC do PS, Márcio Correia.