PSD apresenta novos rostos na lista candidata à Câmara da Feira

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Cristina Tenreiro, Helena Portela, António Topa Gomes e Teresa Vieira não farão parte da equipa social-democrata nas próximas eleições autárquicas

A lista candidata dos social-democratas à Câmara Municipal de Santa Maria da Feira já foi divulgada e há novidades. Desde logo, na equipa do atual Executivo PSD, contam-se as saídas de Cristina Tenreiro, Helena Portela, António Topa Gomes e Teresa Vieira. Por outro lado, mantêm-se Vítor Marques e Gil Ferreira.

Com entradas e saídas a registar, o nome anunciado para o segundo lugar da lista do PSD à Câmara Municipal é Amadeu Albergaria – advogado, antigo vereador e deputado da Assembleia da República. Um rosto que possui “um conhecimento de trabalho político e até de relacionamentos em Lisboa” e que “conhece bem o mecanismo dos corredores do poder”, anunciou Emídio Sousa.

De seguida, em terceiro lugar, surge a economista Sónia Azevedo, natural de Lourosa. Trata-se também de um rosto novo na equipa, apesar de já lidar com finanças públicas e ser conhecedora das contas da autarquia feirense.

O atual vereador do Pelouro da Proteção Civil e Ação Social, Vítor Marques, surge na quarta posição e, de seguida, Gil Ferreira, atual vereador do Pelouro da Cultura, em quinto lugar. Segue-se a arquiteta paisagista, Ana Osório, “uma cidadã do mundo”, e que já está na Câmara há cerca de 20 anos; a sétima posição é ocupada pelo empresário Mário Jorge Reis, que cumpre ainda o seu último mandato enquanto presidente da Junta de Freguesia de Rio Meão.

Beatriz Silva, natural de Argoncilhe, gestora de empresas; Alexandra Rocha, assistente de direção, e André Coelho, de Santa Maria de Lamas, advogado, completam a lista.

“Esta é a equipa que vai trabalhar comigo e que se vai dedicar a 100%. Não pode ser de outra forma, mas vamos ter de dosear o nosso esforço”, referiu o candidato do PSD ao relembrar que esta nova lista irá suceder a “uma das melhores equipas que a Câmara Municipal já teve”.

Leia mais na edição impressa/digital do Jornal N.