Bruno Monteiro regressa aos palcos em Santa Maria da Feira

Violinista irá atuar com o pianista João Paulo Santos, no dia 24 de outubro, na Biblioteca Municipal de Santa Maria da Feira

Natural do Porto, mas residente em Santa Maria da Feira, Bruno Monteiro começou por estudar piano com seis anos. No entanto, aos 11, começou a tocar violino e, desde então, tem tido um percurso nacional e internacional. Terminados os estudos em Portugal seguiu para o estrangeiro e esteve durante vários anos nos Estados Unidos da América. Bruno Monteiro conta com 13 discos gravados. Um percurso recheado de concertos, dentro e fora do país, em destacadas salas e festivais de música clássica, do norte a sul.

“Senti que tinha que sair de Portugal para alargar os meus horizontes, não só musicais, mas a nível de vivências” – refere o violinista. “Toquei como solista com muitas das principais orquestras portuguesas e com algumas estrangeiras”. Para o violinista Bruno Monteiro a música, além de ser a sua profissão, “é um modo de vida”.

O concerto, que terá lugar na Biblioteca Municipal, é uma parceria entre a Direção-Geral de Cultura do Norte, a Academia de Música de Santa Maria da Feira e a Biblioteca Municipal de Santa Maria da Feira. O programa a ser interpretado consiste em: Heitor Villa-Lobos (1887-1959) – Sonata nº2 para violino e piano Fantasia; Ivan Moody (1964) – Ascent para violino e piano. Obra em estreia mundial e dedicada a Bruno Monteiro e João Paulo Santos. Maurice Ravel (1875-1937) – Sonata nº2 em sol maior para violino e piano. Este concerto marca o regresso de Bruno Monteiro aos palcos de Santa Maria da Feira. “Já não toco em Santa Maria da Feira há vários anos. Este será um evento com um significado especial, porque é o local onde moro e leciono”, disse Bruno Monteiro. A acompanhar Bruno Monteiro estará o pianista João Paulo Santos que se diplomou no Conservatório Nacional de Lisboa.

“A música, além de ser a minha profissão, é um modo de vida” – Bruno Monteiro

Durante as últimas quatro décadas tem trabalhado no Teatro Nacional de São Carlos, teatro de ópera de Lisboa, primeiro como maestro principal do coro, e agora como Diretor de Estudos Musicais e Diretor Musical de Cena. Bruno Monteiro e João Paulo Santos tocam juntos há 20 anos. O violinista referiu que vai ser bom regressar e tocar em Santa Maria da Feira, pois é uma “cidade que tem fortes tradições musicais”. Quanto às expectativas para o evento, Bruno Monteiro contou que “são boas. Espero que o público adira ao evento”. Bruno Monteiro é professor de violino na Academia de Música de Santa Maria da Feira desde 2011. As pessoas podem fazer a reserva do lugar para o evento através do e-mail: acadmusicasmf.pedagogico@gmail.com