Cineteatro António Lamoso retoma programação presencial na última semana deste mês

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Acompanhando o plano de desconfinamento gradual do Governo, o Cineteatro António Lamoso retomará a programação presencial na última semana de abril, com o concerto “Sinfoniónicos – Celebrar a Liberdade”, no dia 25, e a stand-up comedy “Sofá de Pau”, no dia 28. As propostas agendadas para as semanas anteriores mantêm as plataformas digitais como palco privilegiado.

“Sinfoniónicos – Concertos Comentados para Famílias” é o espetáculo que marca o regresso do público à sala principal do Cineteatro António Lamoso, no dia 25 de abril, às 11h00, protagonizado pela Banda Sinfónica de Jovens de Santa Maria da Feira, com direção musical de Paulo Martins e apresentação de Jorge Castro Ribeiro. “Celebrar a Liberdade” propõe-se explorar várias facetas e ligações entre a música e o conceito de Liberdade: a liberdade de pensar e de existir, mas também a liberdade na criação artística, nomeadamente a possibilidade de subverter as premissas estilísticas de certas obras.

A programação de abril fecha com um espetáculo presencial de stand-up comedy, no dia 28, às 19h00, integrado no À4HÁ. “Sofá de Pau” nasce das mentes de João Faquire e Mário Moreira – ambos humoristas e radialistas; o segundo é também youtuber – e resulta numa conversa sobre o tudo e o nada, não deixando cair a acidez, a boa disposição e o humor que lhes são inerentes. “Seria, no fundo, uma ‘Conversa da Treta’ se o Toni e o Zezé tivessem tirado o 9º ano”, lê-se na sinopse do espetáculo.

Considerado uma das mais brilhantes estrelas de stand-up comedy da sua geração, João Faquire já atuou ao lado de grandes nomes como Joel Ricardo Santos, João Seabra, Miguel 7 Estacas, Mário Moreira e Nuno Lacerda. O humorista tem um talk show no youtube chamado “No Sofá é Que é Bom” e já passou por algumas rádios para fazer rir os ouvintes. Mário Moreira destaca-se pela sua figura imponente e pela imponência do seu sentido de humor e capacidade crítica assentes nas suas experiências e vivências, criando uma relação de proximidade e empatia com o público.

O regresso dos espetáculos presenciais ao Cineteatro António Lamoso será acompanhado pelo cumprimento rigoroso de todas as normas determinadas pela Direção-Geral da Saúde.