Fiães e Lourosa vão ser contempladas com o Interface de Transportes

Infraestrutura localizada entre as duas cidades representa um investimento ligeiramente superior aos dois milhões de euros

No passado sábado de manhã, dia 12 de fevereiro,  foi assinalado o lançamento da primeira pedra da infraestrutura que visa melhorar a mobilidade e rede de transportes do concelho feirense. A empreitada do Interface de Transportes Lourosa/Fiães está orçada em 2.084.958,38 euros, sendo que o valor poderá ser mais elevado no decorrer da obra. O prazo de execução é de um ano (365 dias) e é comparticipado pelo NORTE 2020 | FEDER.

Estrategicamente localizado, próximo de acessos rodoviários, nomeadamente o cruzamento do IC2 com a EN 326, o Interface de Transportes permitirá a fácil distribuição de passageiros, quer para o nordeste do concelho, quer para a A1, A29 e CREP, consolidando-se como um interface natural para a atual rede de transportes públicos de passageiros.

Valências do Interface

A infraestrutura, adjudicada à empresa RUCE – Construção e Engenharia, Lda., irá compreender uma zona para utilizadores, com sala de espera, zona de atendimento, bilheteiras e instalações sanitárias. O projeto prevê ainda uma cafetaria, tabacaria, uma zona de despacho e áreas técnicas de arrumos. As áreas exteriores contemplam um parque automóvel para 70 lugares, bem como uma área de paragem de curta utilização, um parque bus para sete autocarros e um cais urbano anexo ao edifício.

Estão ainda previstos postos de carregamento elétrico e a relocalização das paragens de táxis para a frente do edifício. O projeto prevê, igualmente, uma zona de aparcamento para bicicletas, próxima do edifício, num total de 20 lugares, bem como zonas pedonais e áreas verdes.

Leia mais na edição impressa do Jornal N.