Jovem feirense incapacitado por agressão solicita apoio para continuar tratamentos

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Foi no ano de 2017 que Leandro Vieira foi vítima de agressão na escola, um incidente que mudou a sua vida para sempre. Uma queda na sequência da agressão provocou uma hemorragia subcutânea que o deixou profundamente incapacitado. À guarda da irmã e sem apoio do Estado, lança agora uma campanha de angariação de fundos para continuar a assegurar os seus cuidados.

O jovem feirense já foi submetido a 28 operações. “Tenho sido um lutador, a minha vida tem sido vivida segundo a segundo. Também tenho 2 válvulas cerebrais e PEG [Gastrostomia Percutânea Endoscópica]. Acharam que eu não tinha salvação e fui mandado para casa para morrer junto dos meus. Mas a minha irmã e a família nunca desistiram de mim e fui colocado numa clínica onde sou muito feliz e quando tinha perdido a esperança ela apareceu. Tenho tido respostas e melhorias dia após dia, já ponho de pé, já como devagar por mim e até já consigo falar”, refere o jovem. No entanto, as ajudas do Estado “tardam em chegar” e a família enfrenta a possibilidade de ter de retirar Leandro da Sénior Residence, instituição que o acolhe em Santa Maria da Feira e onde tem conseguido enormes progressos na sua condição. “A minha irmã não consegue ajudar sozinha para uma despesa mensal de 2500 euros na clínica”, explica o jovem que criou um crowdfunding na plataforma GoFundMe.

“Tenho lutado todos os dias e precisava da vossa ajuda para ficar na clínica até final de este ano. O próximo ano não sei, mas pelo menos deixar-me viver este ano com as condições que preciso e a ter as melhorias que preciso, pois tenho muitos sonhos ainda pela frente e só tenho 20 anos”, apela.

A família espera reunir cerca de 12 mil euros e, dessa forma, garantir a continuidade dos tratamentos.

Para apoiar o Leandro pode aceder através do link: www.pt.gofundme.com/f/ajudar-o-leandro-a-sonhar-de-novo .