Número de infeções volta a subir em Santa Maria da Feira

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Segundo o Relatório de Situação desta segunda-feira, o Município de Santa Maria da Feira conta com 790 casos de Covid-19 por 100 mil habitantes numa incidência cumulativa de 14 dias (23 de dezembro de 2020 a 5 de janeiro de 2021). Neste sentido, Santa Maria da Feira permanece no grupo de concelhos de risco muito elevado, pois encontra-se entre os 480 e 960 casos por 100 mil habitantes.

Há instantes, em contexto de Reunião de Câmara, o presidente da Câmara Municipal, Emídio Sousa, referiu que existem 1.606 casos ativos no concelho, segundo os dados da última sexta-feira. “Houve um aumento muito significativo de casos nas últimas duas semanas à semelhança do que está a acontecer no resto do país”, esclareceu o edil.

O presidente do Executivo revelou ainda que foram identificadas três situações em lares de idosos nas freguesias de Caldas de S. Jorge, Santa Maria de Lamas e Mozelos. A situação nas Caldas de S. Jorge e em Santa Maria de Lamas está a retomar a normalidade, assim como em Mozelos que “também está a ser normalizado”. Nos três lares de idosos, foram ativados os planos de contingência que possibilitaram “bons resultados”.

Já no Hospital S. Sebastião, no dia 6 de janeiro, estavam internados 93 doentes Covid-19: 75 em enfermaria e 18 na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI). Dos 75 doentes em enfermaria, 42 são do concelho de Santa Maria da Feira e dos 18 internados em UCI, contam-se cinco.

Portugal regista o maior número de mortes diárias

Portugal registou um novo máximo de óbitos por Covid-19: morreram mais 122 pessoas e registam-se mais 5.604 novos casos de infeção. O número de óbitos corresponde ao maior aumento diário desde o início da pandemia. O máximo registado anteriormente foi na passada sexta-feira, 8 de janeiro, dia em que se contabilizou mais 118 vítimas mortais causadas pela doença.
Consulte aqui o boletim epidemiológico da DGS desta segunda-feira: Relatório de Situação | 11 de janeiro.