“Termalsenior” retoma a sua atividade para os seniores do concelho

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

O programa “Termalsenior 2021” é agora retomado no concelho de Santa Maria da Feira e as inscrições, para a participação neste projeto, já se encontram a decorrer na sede das Juntas de Freguesia aderentes. O transporte gratuito e alguns benefícios financeiros são as principais vantagens deste programa de promoção de saúde senior.

Após a paragem de um ano, face à pandemia, este programa de turismo de saúde local retoma a sua 8.ª edição. Com duas viagens já agendadas, para Outubro e Novembro, os interessados podem dirigir-se à sede das Juntas de Freguesia aderentes, para consultarem regulamento e efetuarem a sua inscrição.

Com evidente preocupação social, este programa termal garante a todos os seniores do concelho de Santa Maria da Feira, o transporte gratuito em grupo (garantido pelo Município) e alguns benefícios financeiros, tais como: oferta da taxa de inscrição termal (valor de 25€) e desconto de 10% a 15% em tratamentos, mediante apresentação do cartão municipal “Feira Sénior”. Outro benefício, que os termalistas em geral poderão agora usufruir, é o da comparticipação do Serviço Nacional da Saúde (SNS) através da solicitação de uma credencial termal ao médico de família. Esta comparticipação garante uma dedução de 35% sobre o valor da despesa termal até um limite de 95 euros.

Neste sentido, o dia 14 de outubro marca o arranque da próxima viagem “Termalsenior”, que se destina às freguesias de Lourosa, S. Paio de Oleiros e Santa Maria de Lamas.

a segunda viagem está prevista para o dia 8 de Novembro com partida da sede das juntas de Milheirós de Poiares, Romariz e da União de Freguesias de Caldas de S. Jorge e Pigeiros. A ideia de retoma deste projeto foi anunciada numa sessão presencial, organizada pelas Termas S. Jorge e pelo Município de Santa Maria da Feira, dirigida a todas as Juntas de Freguesia do concelho. Mediante as respostas de adesão das mesmas foi traçado um circuito de viagens, contemplado as respetivas localidades. Através deste programa de cariz social, pretende-se proporcionar uma maior acessibilidade à prática termal, dirigida à comunidade sénior, com vista a promover e a reabilitar a saúde, prevenindo a doença e contribuindo para uma vida mais ativa.

O projeto assume-se como uma ferramenta estratégica, ao alcance dos municípios e juntas de freguesia, para investirem numa política de promoção de saúde, pensada para os seus territórios, que partilhe a visão de fomentar a qualidade de vida da sua comunidade sénior. É com base nesta missão, que a Sociedade de Turismo de Santa Maria da Feira – a entidade gestora do balneário de S. Jorge – e o Município de Santa Maria da Feira, envolvendo as juntas de freguesia, assumem esta parceria de colaboração que presta a todos os seniores uma melhor oportunidade de cuidarem da sua saúde.

“Neste momento de retoma à normalidade, este programa vem devolver aos seniores não só o acesso aos cuidados de saúde, mas também, e não menos importante, a interação social de que foram privados nos últimos meses. Urge voltar a tratar as doenças crónicas, negligenciadas nos últimos meses, por força da pandemia” – referiu Teresa Vieira, Diretora Geral da Sociedade de Turismo de Santa Maria da Feira. Desde 2013, data de arranque deste programa no território de Santa Maria da Feira, regista-se mais de 300 inscrições, das quais, uma maioria dos termalistas continua a repetir a experiência, referindo “evidentes melhorias” do seu estado de saúde e uma “enorme satisfação” relativa à oportunidade de convivência social, que no seu todo, se traduz num efeito de bem-estar mais efetivo.

As Termas S. Jorge estão vocacionadas para terapêuticas do foro reumático, músculo-esquelético, vias respiratórias e pele.