Válega: Junta de Freguesia quer expansão da obra de desassoreamento da Ria

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A Junta de Freguesia de Válega pretende que a navegabilidade no Cais do Puxadouro se mantivesse a mesma em período de maré baixa, e pede, por isso, que  a obra em curso de desassoreamento da Ria se expanda até ao canal, e não termine cem metros a Sul da rampa. Fátima Bento e Artur Duarte, eleitos do Partido Socialista na Câmara Municipal de Ovar, terão já alertado o Executivo liderado por Salvador Malheiro com o intuito de “fazer pressão junto da Polis Litoral Ria de Aveiro” para que a questão seja reparada. Interpelado, Salvador Malheiro, Presidente da Câmara Municipal de Ovar, terá definido esta como “uma situação complexa”, relacionada com o Ministério do Ambiente, que existem “muitas reticências em aceitar trabalhos complementares” e que a situação do Cais do Puxadouro não é exemplo único, existindo também outros problemas na Zona do Areinho, do Cais da Pedra e da Marina do Carregal.