Opinião: Como vai este país!…

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Nem com o coronavirus, certa gente se enxerga. Os espelhos por onde se vêm, dão-lhes uma imagem falsa da realidade da vida na sociedade em que vivem. Com o comportamento dessa gente, (dessa gentinha, pode-se dizer, porque, se fosse gente, teriam outro comportamento); mesmo nesta situação grave que estamos a enfrentar, torna-se evidente que não tem educação, nem civismo, e desobedece às leis decretadas pelo Governo, descaradamente. Mais do que isso, esses tais, revelam uma grande falta de respeito pelos outros, com o seu comportamento. Se, quem governa, ordena que se deve ficar em quarentena … para essa gente, a quarentena é ir para as praias, é ir para os bares à noite, é fazer chacota com máscaras, e outras coisas mais, como se tem visto. E muito mais do que aquilo que se vê, eles fazem com certeza. Até parece que se vive num país “sem rei nem roque”! E pior do que tudo isso, é o resultado daqueles, que, quando infetados, não respeitando as normas de cuidados a ter, acabam por contagiar outras pessoas, que tudo fizeram para se proteger e não conseguiram evitar o contágio desses desrespeitadores, acabando eles por ficando doentes. E, ainda mais do que tudo isto, o dispêndio e perigo a que ficam sujeitos os tratadores da saúde, bem como, o erário público gasto para tratar todos quantos foram atingidos, devido ao mau comportamento dessa gente. Acho que estes comportamentos são duma gravidade tal, que bem mereciam ser tratados drasticamente. Acho mesmo, que, para situações destas, seria apropriada uma “ditadura” tipo, chinesa: – Todas as famílias em casa, e só uma pessoa de cada família, sai à rua, de dois em dois dias, para comprar os bens necessários. Mais nada. Parece que foi assim que a China atuou, e está a dominar o coronavirus, como consta. Em Roma vêm-se ruas e avenidas totalmente desertas, e nós, por cá, estamos à espera de quê?

Alberto Gilde