Manuela Coelho recebe Prémio Manuel Laranjeira

Prémio Manuel Laranjeira 2022 vai distinguir Manuela Coelho da Divisão da Ação Social do município de Santa Maria da Feira

Empenho, dedicação e entusiasmo estiveram na base da decisão

Manuela Coelho vai ser distinguida, no próximo sábado dia 2 de julho, pelas 15h, em Mozelos, no Salão Nobre da Junta de Freguesia, com o Prémio Manuel Laranjeira 2022, pelo seu exemplo inspirador, pela disponibilidade e entusiasmo com que se dedicou à ação social, que resultou num impacto significativo em todo o concelho de Santa Maria da Feira.

Esta distinção, que tem como objetivo distinguir uma personalidade pelo mérito do trabalho realizado ao serviço da Cultura, do Desporto, da Arte e da Ação Social, está integrada nas comemorações do 33º aniversário da elevação de Mozelos a Vila. A iniciativa resulta da parceria da Junta de Freguesia de Mozelos, da Câmara Municipal de S. M. da Feira e do Instituto Português da Juventude e do Desporto (IPDJ).

A atribuição do prémio será pública e irá contar com representantes do IPDJ, da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, da Junta de Freguesia de Mozelos, das Federações das Associações do Concelho e do Distrito de Aveiro e da direção do Grupo de Dinamização Cultural de Mozelos (GDCM).

O Júri justificou a distinção de Manuela Coelho, entre os diversos nomeados na área da Ação Social, pelo empenho, dedicação e entusiasmo com que liderou, ao longo de décadas, as inúmeras respostas sociais do município. Desde a infância à terceira idade, promovendo o acolhimento, a integração, a reabilitação e a promoção da pessoa humana, marcando de forma significativa a coesão social e a solidariedade no Concelho de Santa Maria da Feira.

Em Mozelos, o contributo ativo de Manuela Coelho está bem visível em vários projetos, dos quais se destacam o seu apoio na promoção de habitação social e de custos controlados, que contribuiu para o bem-estar de centenas de famílias; o investimento incansável da Rede Social, com maior enfase na ligação às IPSS’s, e no seu papel ativo na sensibilização para medidas de antecipação dos problemas sociais, cuidando e prevenindo; nos Fóruns Sociais, onde promoveu o envolvimento dos agentes de desenvolvimento social, da comunidade escolar, das organizações informais e das coletividades; promoveu a animação socio comunitária; desafiou a inclusão pelas artes; ajudou no acolhimento das migrações, lutou pela igualdade de género, entre muitos outros projetos inspiradores.

A decisão sobre a escolha da personalidade a distinguir com o Prémio Manuel Laranjeira de 2022, que é da responsabilidade de um júri independente, que este ano vai para a área da ação social, segue o critério de rotatividade das quatro áreas temáticas do prémio, que distinguiu em 2021 Joaquim Bernardes na área do desporto, em 2020 o jovem Pedro Pereira na área da música, em 2019 Alberto Gilde na área da cultura.

Desde 1990 que o GDCM tem distinguido com o Prémio Manuel Laranjeira importantes personalidades na área da cultura – escritores, dramaturgos, dirigentes associativos, entre outros ativistas; na área das artes – atores, pintores, músicos e artesãos; na área do desporto –atletas, futebolistas, treinadores e monitores de atletismo e natação, piloto de ralis; na área da ação social – autarcas, como Alfredo Henrique, Pinho Ferreira e Jorge Ferreira, pedagogos e outros beneméritos.

 

 

Legenda: Manuela Coelho