Santa Maria da Feira quer TGV sem demolições no concelho

A Assembleia Municipal Extraordinária de Santa Maria da Feira realizou-se no dia 13 de Junho para debater o “Estudo de Impacte Ambiental referente ao 1º troço do projecto da Nova Linha Ferroviária de Alta Velocidade entre Porto e Lisboa”.

 A sessão teve um único tema para análise, as duas alternativas [Traçado A e B] que a Infraestruturas de Portugal (IP) apresentou ao concelho de Santa Maria da Feira, para a passagem da Linha de Alta Velocidade (LAV), conhecida como TGV.

Os sete partidos representados na Assembleia Municipal reuniram-se com o objectivo de debaterem e pronunciarem-se contra o traçado proposto para o território, que visa ligar Porto e Lisboa em 1h15.  As opiniões foram consensuais, o que resultou na aprovação, por unanimidade, no veto à moção que esteve aberta para consulta pública até à passada sexta-feira, dia 16.

 

Leia o resto do artigo na nossa edição impressa. 

Artigos Relacionados