São João da Madeira alcança o valor mais baixo de sempre de perdas de água da rede pública

14,1 por cento em Março de 2023

Em cinco anos, as perdas de água na rede pública de S. João da Madeira a fugas, ruturas, avarias ou furtos passaram para metade. Em 2017 eram de 29,5 por cento, situando-se, no ano passado, em 14,1 por cento, o mais baixo valor registado desde a criação da empresa municipal “Águas de S. João” e que é significativamente inferior à média nacional, que se situa na ordem dos 28 por cento, de acordo com os últimos dados conhecidos.

O combate às perdas de água que acontecem ainda antes de esta chegar aos consumidores tem sido uma prioridade da empresa municipal Águas de S. João, responsável pela gestão do abastecimento do concelho de S. João da Madeira.. A rápida resolução de fugas e avarias, o controlo dos consumos ilícitos e a aplicação de tecnologia na monitorização das redes são algumas das medidas implementadas no terreno e que têm permitido aprofundar a trajetória de redução de perdas.

“Para estes resultados contribuem certamente os investimentos que a empresa municipal tem realizado nos últimos anos, nomeadamente ao nível da eficiência hídrica, o que passou, nomeadamente, pela substituição de condutas e instalação de válvulas redutoras de pressão, para além da adoção de tecnologias que detecção de perdas”, afirma o presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira.

Jorge Vultos Sequeira entende que “a redução dos desperdícios de água é fulcral para a resiliência dos territórios e das populações às alterações climáticas, sobretudo, em cenários de seca”, defendendo o investimento na “eficiência e sustentabilidade, procurando cada vez melhores resultados no combate às perdas, para que S. João da Madeira faça parte da solução do problema da escassez”.

 

Artigos Relacionados

Como comemos!

A alimentação é fonte de energias e nutrientes, mas também de boa parte das experiências hedónicas e simbólicas dos consumidores.

Ler mais »