Mozelos assinala o 31o aniversário de elevação a vila

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

É no ano de 1989, no dia 30 de Junho que Mozelos é elevado à categoria de vila. O ano de 2020 fica marcado pelo 31o aniversário dessa efeméride. José Carlos Silva, presidente da junta de freguesia de Mozelos refere que esta data é “importante para a freguesia. Acaba por ser um reconhecimento da freguesia de Mozelos, além do desenvolvimento e crescimento que trouxe”. José Carlos Silva explica que começaram a comemorar a elevação de Mozelos a vila, há 20 anos com o encontro no Monte Coteiro, onde se reuniam as associações mozelenses, onde era feita uma organização de tasquinhas com direito a animação. O prémio Manuel Laranjeira é anualmente promovido pelo Grupo de Dinamização Cultural de Mozelos e, um dos objetivos passa pela comemoração do aniversário da elevação de Mozelos a vila nesse mesmo evento. Esta iniciativa distingue e reconhece personalidades pelo seu mérito nas diferentes áreas, quer seja na parte da cultura, política, ação social e desporto, a nível concelhio e da freguesia. “Este prémio é atribuído desde que Mozelos foi elevado. Utilizamos esse prémio, que é do GDC em parceria com a junta de freguesia, também para assinalar a elevação de Mozelos. Não existe um momento solene só para celebrar a elevação”, explica o presidente. Em função do momento que se vive atualmente foi uma “cerimónia mais comedida, cumprindo com todas as diretivas da Direção Geral da Saúde”. Este prémio foi entregue no dia 4 de Julho. Na cerimónia estiverem presentes elementos da Junta de Freguesia, o presidente da direção, o presidente das associações juvenis e um representante da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira. José Carlos Silva afirma que ainda existem muitas coisas que quer ver feitas até ao final do seu mandato. “Existem algumas obras que gostaria de ver concluídas, nomeadamente a Alameda. As coisas estão a correr dentro da normalidade, apesar de neste momento estarem mais paradas, devido à pandemia. Estamos a tentar alcançar aquilo a que nos propusemos neste mandato”. O presidente de Mozelos deixa à população uma mensagem de esperança e que “o pior já tenha passado. Acima de tudo, temos que tentar ser solidários uns com os outros. E ter confiança no futuro, que neste momento, é o mais importante”.