António Saiote celebrou 50 anos de carreira com concerto no FIMUV

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

O clarinetista, maestro e professor, António Saiote, protagonizou, no passado sábado, um concerto que assinalou os seus 50 anos de carreira, apostada em resistir ao “snobismo instalado” nas artes portuguesas e empenhada em “formar cidadãos”.

Propondo Beethoven, Brahms e Bacri para o espetáculo no Auditório da Biblioteca Municipal da Feira, no âmbito do 43.º FIMUV – Festival Internacional de Música de Paços de Brandão, o músico atuou com “duas referências da música erudita nacional”: Irene Lima, “violoncelista brilhante” com quem já trabalhou várias vezes ao longo da vida, e Vasco Dantas, que “só tem uns 30 anos e já é um grande pianista”.

A reunião dos três intérpretes surgiu por iniciativa de Augusto Trindade, que, enquanto diretor artístico do FIMUV, defende que o espetáculo assinalou “um marco histórico” – não só do evento, mas também do panorama musical português.

Leia mais na edição impressa.